Lançamentos Editoriais – Edição 139

Tecnologia de Reprodução de Peixes em Sistemas de Cultivo: Indução hormonal através do extrato hipofisário da palometa

Considerando que a aquicultura se tornou em uma das principais atividades agropecuárias em produção de alimentos, o Núcleo de Pesquisas em Ictiologia, Limnologia e Aquicultura da Bacia do Rio Uruguai (NUPILABRU) da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) lançou seu primeiro livro digital intitulado “Tecnologia de Reprodução de Peixes em Sistemas de Cultivo: Indução hormonal através do extrato hipofisário da palometa”. O e-book, que tem distribuição gratuita é voltado para universitários e pesquisadores que trabalham com ictiologia, piscicultura e reprodução de peixes e mostra as técnicas de coleta, conservação e armazenamento da hipófise da piranha-doce. De acordo com o coordenador e membro do corpo editorial do livro, o professor Marcus Querol, os dados publicados no e-book são resultado de atividades de campo e estudos realizados pelo núcleo de pesquisa. Para fazer o download do livro em PDF basta acessar o link http://porteiras.s.unipampa.edu.br/nupilabru/files/2013/08/LIVRO-NUPILABRU1.pdf


Saúde e manejo sanitário na criação de tilápias em tanques-rede

Com um texto de leitura simples e acessível, o livro “Saúde e manejo sanitário na criação de tilápias em tanques-rede” de autoria de Fernando Kubitza e Ludmila Kubitza reúne os princípios fundamentais da patologia de organismos aquáticos e as estratégias aplicadas ao manejo sanitário preventivo e controle das principais enfermidades que impactam os cultivos de tilápia, a principal espécie de peixe cultivada hoje no Brasil e a segunda mais cultivada no mundo. Apesar de ter como foco a manutenção do bem estar e saúde de tilápias em tanques-rede, o livro reúne fundamentos e práticas de manejo que são aplicáveis a outros sistemas de criação. Como toda atividade de produção animal, a criação de peixes, em particular a criação de tilápias em tanques-rede, demanda considerável investimento e infraestruturas básicas. Portanto, o investimento na criação de peixes em tanques-rede demanda uma criteriosa análise de viabilidade e riscos. Para obter êxito no empreendimento é fundamental que o investidor ou produtor tenha um bom conhecimento dos fatores que determinam o sucesso da criação. O livro publicado pela Editora Kubitza, possui 312 páginas e é dividido em dez capítulos subdivididos, e custa R$ 120,00. Para adquiri-lo basta entrar em contato com a Acqua Supre (www.acquasupre.com.br) pelos fones (11) 4587-5973 e (11) 4587-2496.


Cadeia produtiva da lagosta nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil

Foi lançado em junho, no auditório do Instituto de Ciências do Mar – Labomar, o livro “Cadeia produtiva da lagosta nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil”, de autoria de Carlos Tassito Corrêa Ivo, Antonio Adauto Fonteles Filho, Alessandra Cristina da Silva e Regine Helena Silva dos Fernandes Vieira. Os autores esperam que esses novos enfoques, fundamentados na literatura científica e em dados gerados pelo próprio projeto, possam colaborar para que o setor lagosteiro seja visto como uma atividade geradora de renda e emprego inserida dentro do dinâmico setor de agronegócio brasileiro. A obra foi escrita em nove capítulos, com os assuntos sendo abordados numa sequência lógica, desde a captura da lagosta até a sua transformação em bem de consumo para exportação. O Capítulo 1 – Habitat e Biologia – trata das características ambientais e área de distribuição das espécies de lagosta; o Capítulo 2 – Meios de Produção – aborda a frota veleira/motorizada, contingente de pescadores e apetrechos/métodos de captura; o Capítulo 3 – Características das Pescarias – discorre sobre a caracterização e rendimento econômico das pescarias; o Capítulo 4 – Manuseio e Processamento da lagosta – trata do controle de qualidade dos produtos a bordo e na indústria; o Capítulo 5 – Composição dos Estoques – aborda a lagosta na captura e na exportação; o Capítulo 6 – Estrutura das Etapas Interna e Externa da comercialização – traz aspectos da comercialização desde a obtenção até a normatização do produto; o Capítulo 7 – Novo Enfoque para a Gestão do Uso Sustentável – trata da pesca e da aplicabilidade de novos modelos; o Capítulo 8 – Arranjos Produtivos Locais – apresenta a organização da cadeia produtiva; e, finalmente, o Capítulo 9, com conclusões e recomendações. O livro, evidentemente, também serve de referência para quem tem interesse no cultivo da lagosta, pelas valiosas informações sobre biologia, comportamento e reprodução do crustáceo. “Cadeia produtiva da lagosta nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil” pode ser adquirido na biblioteca do Labomar em Fortaleza – CE, www.labomar.ufc.br, fone: (85) 3366 7006 ou e -mail: [email protected]


Desenho técnico aplicado à engenharia aquática & Engenharia para aquicultura

As duas publicações são de autoria do Engenheiro Agrônomo Pedro Noberto de Oliveira. “Desenho técnico aplicado à engenharia aquática”, livro lançado em 2013, é dividido em quatorze capítulos distribuídos em 134 páginas, que contém ensinamentos básicos às arquiteturas de uma pequena residência, de uma fazenda aquática, de barragens de terra ou alvenaria e de tanques pré-moldados. As informações contidas nesta obra são indispensáveis a professores, estudantes e outros profissionais que se dediquem a elaboração de projetos técnicos relacionados com a aquicultura. “Desenho técnico aplicado à engenharia aquática” custa R$20,00 mais os custos de postagem. Já o livro “Engenharia para aquicultura” foi lançado no ano de 2000, tendo a segunda edição revisada e aumentada em 2013. A obra apresenta um trabalho de pesquisa teórica e prática, que facilita a compreensão sobre o cálculo de estruturas usadas na aquicultura. Seus doze capítulos divididos em 359 páginas, contém ensinamentos básicos para a compreensão da tecnologia usada na engenharia aquática, com observações pertinentes sobre o uso da água e solo. O autor informa o leitor sobre materiais de construção, tanques pré-moldados, viveiros de terra e de alvenaria, barragens, abastecimento de fazendas aquáticas com bombas e com canais, e sobre sistemas de filtração. O livro “Engenharia para aquicultura” custa R$60,00 + custos de postagem. Ambos os livros podem ser adquiridos com o autor através do e-mail: [email protected].


Manual prático para criação de rãs com reuso de água: girinagem e metamorfose Implantação de sistema de filtragem biológica para reuso de água na produção de girinos de rã-touro

Ranicultores e extensionistas que trabalham com a cadeia de ranicultura têm agora à disposição duas publicações técnicas sobre manejo e reuso de água no cultivo de rãs. O “Manual prático para criação de rãs com reuso de água: girinagem e metamorfose”, de autoria de José Teixeira de Seixas Filho, Silvia Reis Pereira Mello, Wilson Gomes de Freitas Junior e Dalton Ferreira da Fonseca e Silva, e “Implantação de sistema de filtragem biológica para reuso de água na produção de girinos de rã-touro”, de autoria de Reinaldo do Nascimento, Silvia Reis Pereira Mello e José Teixeira de Seixas Filho. As publicações são resultado da parceria da EMBRAPA (RJ) com a Fundação Instituto da Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ) e o Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM) e foram elaboradas com base nos resultados de estudos conduzidos no Laboratório de Pesquisa em Ranicultura da FIPERJ, localizado em Guaratiba, no Rio de Janeiro, com o objetivo de difundir a tecnologia para o setor produtivo. As publicações da Editora SUAM serão distribuídas a quem participar das Oficinas de Difusão de Tecnologia em Ranicultura que serão realizadas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e  Rio Grande do Sul, pela equipe do “Ranicultura em Rede”, nome síntese do projeto “Construção de uma rede de interação e aprendizagem para a transferência de tecnologia na cadeia ranícola brasileira”, coordenado pela Embrapa Agroindústria de Alimentos do Rio de Janeiro. A primeira oficina acontecerá em Guaratiba e os interessados em participar podem ligar para (21) 2333-6828 ou e-mail: [email protected]