Dada a largada para a Fenacam’23 novembro próximo em Natal – RN

O desafio que sempre resta após realizar com grande êxito um evento anual é meio óbvio: repetir e melhorar o desempenho no ano seguinte! Essa é a tarefa que ocupa atualmente os organizadores da XIX Feira Nacional do Camarão – Fenacam’23 – marcada para o período de 14 a 17 de novembro no Centro de Convenções de Natal, no Rio Grande do Norte. O evento engloba o XIX Simpósio Internacional de Carcinicultura e o XVIII Simpósio Internacional de Aquicultura, além de exposição de produtos e insumos para a indústria e muitas festividades e confraternizações, bem ao gosto de Itamar Rocha, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC) e orgulhoso idealizador da feira: “Nosso desafio é superar o êxito da Fenacam’22”, avisa.


No quesito qualidade dos palestrantes, o trabalho dos organizadores já mostra seus frutos. Foram convidados para o evento nada menos que 49 destacados profissionais da área, sendo 30 deles aqui mesmo do Brasil e 19 oriundos de países líderes na produção e importação de peixes e camarões cultivados, como Equador, Índia, China, Vietnã, Tailândia, México, Estados Unidos, França, Espanha, Colômbia e Peru, entre outros.

Itamar destaca que a Fenacam’23 contará com uma expressiva participação da academia brasileira e latino-americana, programando a apresentação de cerca de 300 trabalhos técnico-científicos. Em seu conjunto, esses trabalhos priorizarão aspectos nutricionais, incluindo os biorremediadores (probióticos, prebióticos e simbióticos), análises presuntivas, genética, monitoramento da água e solo, assim como processamento, agregação de valor e comercialização dos produtos no mercado interno e externo.

Feira traz o que há de mais moderno para os produtores

Sempre um destaque na Fenacam, a Feira Internacional de Aquicultura contará, nesta 19ª edição, com 263 estandes ocupados por importantes empresas nacionais e internacionais, líderes na produção e comercialização dos principais equipamentos, rações e insumos utilizados pela carcinicultura e aquicultura brasileiras. O público terá a oportunidade de conferir o que há de mais moderno no mercado com relação a bombas, alimentadores automáticos, sopradores, aeradores, equipamentos de monitoramento, coberturas plásticas, linners e demais procedimentos operacionais necessários para um desempenho saudável e rentável dos empreendimentos aquícolas.

O presidente da ABCC destaca a importância da participação de produtores, estudiosos e autoridades na Fenacam’23, especialmente neste momento em que o país se vê diante do desafio de alcançar a retomada do crescimento econômico: “No esforço de promoção desse evento, nós da ABCC levamos em consideração que a aquicultura e a carcinicultura são as alternativas de maior oportunidade para o aumento da produção de um alimento nobre, com demanda insatisfeita e real viabilidade econômica em nosso país”, completa Itamar.