Editorial_edição 45

jomar (1)

Com esta edição estamos comemorando o décimo aniversário da Panorama da AQÜICULTURA. Era setembro de 1989 quando recebi em minhas mãos o exemplar zero de apenas duas páginas, então editado pelos biólogos Philip Conrad Scott e Roberto Roche Moreira Jr.. Fiquei encantado com a iniciativa desses colegas em divulgar entre os aqüicultores o que se passava nos viveiros do país e, para minha surpresa, duas edições depois lá estava eu fazendo parte do comitê editorial. De lá para cá tive a oportunidade e o privilégio de acompanhar de perto e poder relatar os principais passos que indústria aqüícola deu nessa última década.

Como um filho que cresce, o universo da Panorama tem se ampliado ao longo desses dez anos, atingindo hoje, além de produtores, bibliotecas universitárias, agências de extensão, especialistas com pós-graduação e tomadores de decisões nas áreas privada e governamental. A cada edição, a escolha de uma linguagem que atenda a esse universo eclético é sempre um grande desafio, pois atender às expectativas dos leitores é nossa maior meta. A atividade cresceu a olhos vistos e com ela a Panorama da AQÜICULTURA.

Quem acompanhou de perto a trajetória da revista – e não são poucos os leitores fiéis desde a primeira hora, teve também a satisfação de ver crescer em nossas páginas a indústria de produtos e serviços, e seu tão importante suporte ao crescimento da atividade. Fica aqui meus sinceros agradecimentos a todos os nossos patrocinadores, importantes parceiros nessa empreitada. Antes de falar um pouco dessa edição eu gostaria particularmente de agradecer aos colaboradores que têm emprestado seu talento, tornando as páginas da Panorama ricas em conhecimento, o que é refletido no apoio total e no carinho manifestado pelos nossos leitores. São provas incontestáveis de que temos conseguido acertar na mão na hora de temperar nossas pautas.

E por falar em pauta, nessa edição o leitor encontrará um excelente artigo sobre hormônios escrito a quatro mãos por Geraldo Bernardino e Rossana Venturieri, dois bambas no assunto, que decifra o complexo universo dos hormônios envolvidos na reprodução dos peixes, descortinando o que há por detrás da simples injeção na hora da propagação. Pelas mãos de Gustavo Braga, um jovem especialista em criação de rãs, o leitor será levado a alguns países asiáticos para ser apresentado ao universo da ranicultura. Gustavo mostra diversos manejos utilizados, com ênfase na criação em baias inundadas, uma tendência que vem pouco a pouco seduzindo os ranicultores brasileiros. Lerá também o último artigo da série que Alexandre Alter Wainberg escreveu para aqueles que se iniciam na carcinicultura marinha tatando justamente dos problemas encontrados por aqueles que entram na atividade. Genética, …também estão presentes nessa edição que gostaria de presentear aos leitores pelos 10 anos da Panorama da AQÜICULTURA.

Um brinde a todos e uma boa leitura

Jomar Carvalho Filho
Biologo – Editor