ExpoMar 2024 divulga programação: Mais de 60 conferencistas debatem futuro da pesca e aquicultura no Brasil

Economia azul, impactos das mudanças climáticas na pesca e aquicultura,novas exigências dos consumidores, linhas de crédito, desafios do mercado de pescado, entre outras pautas técnicas estarão em debate na ExpoMar 2024. O evento será realizado de 09 a 11 de julho, no Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Itajaí-SC, englobando Congresso Internacional da Pesca e Maricultura, Simpósio Catarinense de Piscicultura, além de Feira de Negócios, Cozinha Show e Corredor do Sabor.

A programação robusta foi construída com participação ativa dos atores do setor, trazendo à luz os principais desafios atuais e as tendências para o futuro da atividade. Serão mais de 20 palestras, painéis e workshops ao longo dos três dias, com a presença de mais de 60 especialistas e pesquisadores renomados do Brasil, Canadá, Chile e Oriente Médio.

A temática deste ano é “Transformação Azul na Pesca e Aquicultura”, alinhado ao conceito desenvolvido pela FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), que propõe uma visão de produção sustentável na aquicultura, gestão eficaz na pesca e melhoria nas cadeias de valor.

Evento será realizado de 09 a 11 de julho, no Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Itajaí-SC. (Foto: Divulgação/ExpoMar)

“É nesta direção que precisamos pensar o futuro da pesca e da aquicultura no Brasil. A ExpoMar se propõe a ser este espaço de debate, socialização de informações e construção de caminhos para o futuro do setor”, afirma Altemir Gregolin, Presidente da ExpoMar.

A programação também inclui a abertura oficial, no dia 9, às 18h, e a confraternização de encerramento no dia 11, com a produção da maior paella do Brasil e o lançamento da Semana Nacional do Pescado.

Pesca e Aquicultura em Debate

Entre as novidades desta segunda edição está a organização da programação em formato de painéis, que permitirá o aprofundamento dos debates e a abordagem dos diferentes aspectos sobre os temas.

O primeiro dia será voltado para conjuntura e estratégia, com debates que tratam do crescimento da produção da proteína que vem das águas, rastreabilidade e certificação na pesca e aquicultura, linhas de crédito e panorama do mercado de pescados no Brasil e no Mundo, com a participação de Márcio Castro da FAO – Roma, Itália.  Em parceria com a Univali, também será realizado o evento satélite “Blue Fish: O crescimento azul da pesca e maricultura em um oceano em transformação climática”.

No segundo e terceiro dia, a Expomar promove o Seminário Internacional de Pesca, o Seminário Internacional de Maricultura e o Simpósio Catarinense de Piscicultura. 

Pesca

Estratégias e ações para o crescimento sustentável da pesca, desafios e ações nas áreas de ordenamento e fomento da atividade pesqueira, estatística pesqueira no Brasil e em Santa Catarina e o gerenciamento hídrico na indústria estão entre os temas do Seminário Internacional de Pesca.

Maricultura

Conferencistas do Canadá, Chile, Oriente Médio e Brasil compartilham suas experiências de sucesso no “PAINEL BLUE FISH – Possibilitando o crescimento azul na maricultura”, que abre o Seminário Internacional de Maricultura. A programação conta ainda com debates sobre políticas de desenvolvimento, ordenamento da maricultura, programa Molubis e a proliferação de mexilhões invasores.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 14.jpg
Serão mais de 20 palestras, painéis e workshops ao longo dos três dias, com a presença de mais de 60 especialistas e pesquisadores renomados do Brasil, Canadá, Chile e Oriente Médio. (Foto: Divulgação/ExpoMar)

Piscicultura

Os temas que mais têm preocupado o setor no estado pautam o Simpósio Catarinense de Piscicultura: licenciamento ambiental, exigências legais para exercer a atividade (RGP, ART, GTA, licença de Aquicultor), sanidade e biossegurança, inovações na aquicultura e mercado do peixe cultivado.

Realização, Patrocínio e Apoio

A ExpoMAR é promovida pelo IFC Brasil – International Fish Congress & Fish Expo Brasil com a correalização do SINDIPI – Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região, Univali – Universidade do Vale do Itajaí e da Fundep – Fundação de Apoio ao Ensino, Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação. Tem o patrocínio do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), Banco do Brasil, Secretaria de Aquicultura e Pesca de Santa Catarina, Ministério da Pesca e Aquicultura, Faesc/Senar Santa Catarina e Prefeitura de Itajaí. A ExpoMar tem o apoio das entidades FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina, ACAQ – Associação Catarinense de Aquicultura, Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina, Abipesca – Associação Brasileira das Indústrias de Pescados, Peixe BR – Associação Brasileira da Piscicultura e Conepe – Coletivo Nacional da Pesca e Aquicultura.

Confira a prévia da programação (sujeita a alterações)

Congresso Internacional de Pesca e MariculturaSimpósio Catarinense de Piscicultura
Transformação Azul na Pesca e Aquicultura09 a 11 de julho/2024Itajaí – SC

Dia 09 de Julho

Auditório 1

Congresso Internacional de Pesca e Maricultura

9h – PAINEL BLUE FISH – O crescimento azul da pesca e maricultura em um oceano em transformação climática

Crescimento Azul – O potencial, desafios e estratégias para o crescimento da produção da proteína que vem das águas

– Economia Azul – Andrei Polejack – Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas – INPO;
– Plástico e Gestão de Resíduos no Oceano – Ademilson Zamboni – Oceana Brasil;
– impacto das mudanças climáticas na pesca e aquicultura – José Angel A. Perez – Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI;

11h – Coffee Break

11h20min – Rastreabilidade e Certificação na Pesca e Aquicultura – Uma exigência dos consumidores e uma condicionante de acesso ao mercado

– Carlos Mario Ramirez – Certificadora BAP – Colômbia
– Claudionor Campos – Empresa SARTEC – Pará
– Felipe Suplicy – Coordenador do Sistema de Gestão da Maricultura – EPAGRI

12h30min – Almoço

14h – Crédito como instrumento para o desenvolvimento do setor pesqueiro e aquícola brasileiro – Linhas de crédito e condições de acesso

– Governo, instituições financeiras e cooperativas de crédito;

15h40min – Mercado de Pescado – Situação Atual e Tendências no Brasil e no Mundo

– Márcio Castro – Oficial Sênior para comércio internacional, responsável pelo comércio e mercados na divisão de pesca e aquicultura da FAO – Roma, Itália;
– Associação Brasileira das Indústrias de Pescado – Abipesca;
– Associação Brasileira da Piscicultura – Peixe Br;

18h – Abertura Oficial da Expomar
Seminário Internacional de Pesca

Dia 10 de Julho

Auditório 1

9h – PAINEL BLUE FISH – Possibilitando o crescimento azul por meio da Pesca

– Rastreamento de embarcações de pesca na América Latina – Global Fishing Watch
– As transformações na produção de pescado em um contexto de mudanças climáticas – Daniel Tha – Univali/Kralinger Consultoria
– Gestão de resíduos e subprodutos na Indústria – Nauterra
– Projeto Pesca Limpa – Univali  X Camil

10h50min – Coffee Break

11h10min – Ordenamento e ações de fomento para o desenvolvimento sustentável da pesca – Políticas, desafios e perspectivas

– Cristiano Wellington Noberto Ramalho – Secretário Nacional de Pesca Artesanal;
– Expedito Gonçalves Ferreira Netto – Secretário Nacional de Pesca Industrial e Indústria do Pescado;
– Tiago Bolan Frigo – Secretário Executivo da Pesca e Aquicultura de Santa Catarina;
– Agnaldo dos Santos – Presidente do Sindicato dos Armadores e das Indústrias de Pesca de Itajaí e Região – Sindipi;
– Ivo da Silva – Presidente Federação dos Pescadores de Santa Catarina – Fepesc;

12h30min – Almoço

Auditório 2

14h – Estatística Pesqueira – Política, metodologia e resultados

– Programa Nacional de Estatística Pesqueira – Alex Lira – Coordenador de Pesquisa e Estatística da Pesca e Aquicultura
– Visão e dados do setor da pesca industrial de Santa Catarina – André Mattos – Fiesc
– Observatório da Pesca/SC – Luiz Matsuda – Sindipi
– Avanços e desafios da estatística pesqueira – Roberto Wahrlich – Univali

16h – Gerenciamento Hídrico em Indústria de Processamento de Atum, Sardinha e Tilápia    

– Danielle de Bem – Diretora Geral da Embrapa Pesca e Aquicultura – Palmas – TO;

Simpósio Catarinense de Piscicultura

Dia 10 de Julho

Auditório 2

9h – Licenciamento ambiental na aquicultura – Como desburocratizar e agilizar os processos de licenciamento

– Ministério da Pesca e Aquicultura – MPA
– Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina – IMA
– Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura de Santa Catarina
– Associação Catarinense de Aquicultura – ACAQ

10h40min – Coffee Break

11h – Exigências Legais para Produção na Piscicultura – Quais os documentos e de quem é a responsabilidade pela emissão (RGP, ART,  GTA, Licença de Aquicultor)

– Ministério da Pesca e Aquicultura – MPA
– Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina  – IMA
– Associação Catarinense de Aquicultura – ACAQ
– Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – CIDASC

12h30min – Almoço

Auditório 1

14h – O mercado do peixe cultivado em Santa Catarina – Exigências e estratégias de acesso

– Dario Vitali – Empresa Vitalmar Pescados
– Orlando Giovanella – Presidente da Cooperativa Juriti
– Aldi Feider – Professor e Pesquisador da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Unioeste
– Cooperativa Copacol – Cooperativismo e integração na piscicultura Cafelândia/PR

15h15min – Sanidade e biossegurança – Enfermidades e estratégias para redução de riscos

– Carlos  Augusto Gomes Leal  – Professor e pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG;
– Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA;
– Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – CIDASC;
Acqua Sul Piscicultura;

16h30min – Inovações na aquicultura – Inteligência artificial, automatização e internet das coisas 

– Empresas de tecnologias do setor aquícola;

Seminário Internacional de Maricultura

Dia 11 de Julho

Auditório  1

9h – PAINEL BLUE FISH – Possibilitando o crescimento azul na maricultura

– A experiência Chilena na Maricultura – Um case de sucesso: Antônio Velez – Consultor Chile
– Os potenciais das macroalgas como insumo para produção de carne (gado) e seus possíveis efeitos na redução da emissão de gases de efeito estufa – John S. Church – Thompson Rivers University – Canadá
– Produção de macroalgas como contribuição à mitigação das mudanças climáticas – Gilberto Caetano Manzoni – Univali

11h – Coffee Break

11h20min – Desenvolvimento da Maricultura no Brasil – avanços e desafios

– Tereza Nelma – Secretária Nacional de Aquicultura do Ministério da Pesca e Aquicultura RN – Maricultura ostras e cavalo marinho
– Produção de macroalgas em Santa Catarina – Situação Atual e perspectivas – Embrapa/Epagri/ Senar
– Produção cultivada de Sardinha – UFSC

12h30min – Almoço

14h –  Ordenamento da maricultura em Santa Catarina – resultados alcançados e ações necessárias

– Ministério da Pesca e Aquicultura – MPA
– Empresa de Pesquisa e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri

14h50min – Molubis: A política e as alternativas de qualificação  de depuração e resultados alcançados.

– Ministério da Pesca e Aquicultura – MPA
– Empresa de Pesquisa e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri

15h40min – Mexilhões invasores: Problemas ou oportunidades?

– Gilberto Caetano Manzoni – Universidade do Vale do Itajaí – Univali

Auditório 2

9hWorkshop sobre inovações na construção de embarcações pesqueiras

18hLançamento da Semana Nacional do Pescado
A Maior Paella do Brasil – – Confraternização e Encerramento

Foto de abertura: Divulgação/ ExpoMar