Extensão em aqüicultura: Tecnologia para o aqüicultor

Paranaenses exigem produtividade

São vários os fatores que tem propiciado o saudável desenvolvimento da piscicultura no Oeste do Paraná. Na opinião dos técnicos da extensão – EMATER PR, não bastariam apenas as excelentes condições ambientais e a boa disponibilidade de insumos na região para explicar este sucesso. Para os extensionistas, é o ânimo do próprio produtor com os resultados que vem sendo alcançados, que está fazendo com que a piscicultura da região cada vez mais se cristalize como uma atividade zootécnica. O produtor paranaense vem buscando um aumento de produtividade e com ajuda técnica tem conseguido.

E foi para responder a esta solicitação dos piscicultores locais que a EMATER-Paraná se uniu a COPAGRIL (Cooperativa Agrícola Mista de Marechal Cândido Rondon) e a Chácara Alvorada, para a realização de um teste de engorda intensiva de tilápias nilóticas monossexo Oreochromis niloticus, revertidas utilizando hormônio metil-testosterona na ração. Os animais foram engordados até o peso de 400 g com intuito de serem filetados. O aproveitamento dos filés foi de 40%.

Essa experiência será repartida com os produtores locais e demais interessados. A EMATER – PR e a AQUlPAR – Associação dos Aqíiicultores Paranaenses. convidam para um dia de campo na própria Chácara Alvorada no dia 5 de fevereiro podendo os interessados obter mais informações na EMATER – tel 0452-54-2619, e na AQUIOPAR – Associação de Aqüicultores do Oeste do Paraná – tel 0446-49-2266.

Resumo dos resultados alcançados

– Local:Chácara Alvorada, Linha Guará, Municipio de M_rechal Candido Rondon – PR.

– Proprietário: Erico Crhistmann

– Espécie: Oreochromis ni_oticus, tilápia do Nilo.

– Ração: Copagril com 28% de proteina na quantidade diária de 4% do peso vivo fornecida de 3 a 5 vezes ao dia.

– Aerador: Tipo Paddle Wheel.

– Período de cultivo: 07/09/92 a 07/01/93 (120 dias)

– Área do viveiro: 1000 m2.

– Densidade de estocagem: 8 indivíduos por m2.

– Peso médio inicial: 25 g. Peso médio final: 390 g. Comprimento médio inicial: 110 mm. – Comprimento médio fina: 260 mm.

– Biomassa inicial: 200 kg.

– Biomassa final: 2.900 kg. – Produção no período; 2.900 kg.

– Produtividade média anual considerando 2,5 cultivos por ano: 72 ton/ha/ano.

– Conversão alimentar: 1,05:1.

– Taxa de crescimeto médio diário: 2,31% por dia.

– Preço do filé: US$ 3.00/kg

– Preço do peixe abatido sem eviscerar: US$ 1.00/kg