Governo do Estado repassa verba para Cooperativa de Ostras de Florianópolis

28/08/2013
A fim de estruturar a cadeia de produção e comercialização de ostras e mexilhões em Santa Catarina, técnicos e entidades representativas da maricultura se reúnem no I Seminário Estadual de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves.
 

ostras-de-florianopolisCom apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), o evento acontece nesta quarta e quinta-feira, 28 e 29 de agosto, no Praia Brava Hotel, em Florianópolis. A abertura oficial será realizada nesta quarta-feira, às 13h30, e contará com a presença do secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues.

Rodrigues aproveitará a ocasião para anunciar o repasse de R$ 70 mil, em parceria com a Prefeitura de Florianópolis, para melhorias na infraestrutura da Cooperostra, no Ribeirão da Ilha, onde funcionará o Serviço de Inspeção Sanitária que possibilitará a comercialização de ostras e mariscos com segurança sanitária para os consumidores.

Durante o seminário, os presentes poderão assistir a diversas palestras com representantes da Epagri, do Instituto Federal de Santa Catarina, da Universidade Federal de Santa Catarina, do Ministério da Pesca e Aquicultura, da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), da Superintendência Federal de Agricultura em Santa Catarina, da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, do Ministério Público Estadual e da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca. As palestras estão divididas em temas: os riscos associados ao consumo de moluscos, a retirada e trânsito de moluscos bivalves, o processamento de moluscos bivalves, o transporte e o comércio de produto final.

Segundo o diretor de Qualidade e Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Roni Barbosa, o seminário possibilitará a apresentação e divulgação do papel de cada instituição na estruturação da maricultura catarinense, com destaque para a qualidade da produção e a segurança sanitária aos consumidores de ostras e mexilhões.

A Secretaria da Agricultura instituiu, em 2010, o Comitê Estadual de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves (CECMB), formado por 14 entidades ligadas ao setor, que dá apoio técnico para procedimentos e atos complementares relativos à qualidade higiênico-sanitária dos moluscos bivalves, visando a proteção das espécies envolvidas e a saúde pública.

Fonte: Portal da Ilha

http://www.portaldailha.com.br/noticias/lernoticia.php?id=19028