Inaugurado o Laboratório Nacional de Aqüicultura Marinha (LANAM)

Com a presença do ministro Altemir Gregolin e do ex-ministro José Fritsh, foi inaugurado no último dia 15 de fevereiro, fruto de um convênio firmado entra a Prefeitura Municipal de Ilha Comprida e a SEAP, o Laboratório Nacional de Aqüicultura Marinha (LANAM), situado no boqueirão sul da Ilha Comprida. O laboratório, uma iniciativa da Prefeitura de Ilha Comprida, contou com verba da SEAP para a construção e investimento nos equipamentos e materiais. A gestão está a cargo da Fundação Primeira de São Vicente, através de convênio de cooperação técnica. No que diz respeito à tecnologia aplicada dentro das instalações do LANAM, o Grupo TWB firmou, em 2005, um Memorando de Entendimentos com a Universidade de Miami, se tornando então a única empresa brasileira a ter um convênio firmado com esta universidade e, a deter a tecnologia de reprodução e engorda do bijupirá que, agora, cede à Fundação São Vicente e a Prefeitura de Ilha Comprida.

As instalações têm 1.800 metros quadrados de área construída e contam com 30 profissionais capacitados. Com o objetivo principal de produzir acima de um milhão de alevinos de bijupirá por ano, o LANAM conta em sua estrutura física com quatro tanques para maturação dos reprodutores com capacidade de 60 toneladas de água, além de 12 tanques de 25 toneladas e 12 tanques de 12 toneladas cada, para a larvicultura. O LANAM possui também laboratórios para produção de rotíferos, artêmias e microalgas. Além dos alevinos de bijupirá, o LANAM também se dedicará à produção de sementes de moluscos bivalves, e, para tal, o laboratório conta com um setor destinado única e exclusivamente para este fim com capacidade de produzir até 3 milhões de semente/ano.