International Fish Congress & Fish Expo Brasil – Foz do Iguaçu recebe o evento em setembro

De 17 a 19 de setembro Foz do Iguaçu (PR) receberá o International Fish Congress & Fish Expo Brasil, evento voltado para a produção de espécies de água doce. O IFC reunirá todos os elos da cadeia produtiva em um congresso internacional, feira e rodadas de negócios acontecendo em um só tempo e lugar. Empresários, investidores, aquicultores, armadores de pesca, agentes do mercado (varejo e food service), prestadores de serviços, fornecedores, dirigentes, profissionais do setor e formadores de opinião compõem o público alvo do evento.

Com o lema “Das águas ao consumo”  o evento tem como chairman o ex-ministro da pesca Altemir Gregolin, para quem “o ineditismo do evento reside na união dos elos da cadeia do pescado, para juntos tratarem do desenvolvimento do setor. Entidades (ABIPESCA, PEIXE BR, ABRAPES, SINDIPI, ABCC, ABRAS) e Governo (Ministério da Agricultura via Secretaria de Aquicultura e Pesca – SAP), estarão discutindo como tornar o Brasil um importante player mundial do setor de pescados”. Para isso, estão sendo acionadas as embaixadas dos principais países produtores, exportadores, investidores e possíveis importadores para rodadas de negócios, e para  apresentar o que o Brasil tem de mais avançado e de qualidade na produção dessa proteína nobre. No evento também serão tratados os temas técnicos mais relevantes para o setor, com a participação de conferencistas de renome nacional e internacional.

Fish Expo Brasil

Durante o evento será realizada uma feira de negócios, a Fish Expo Brasil com a participação de empresas de tecnologia, equipamentos, nutrição e sanidade para a cadeia do pescado. A diretora executiva da Fish Expo Brasil, a empresária e organizadora de eventos do agronegócio Eliana Panty, destaca as inovações e o ambiente de negócios que foi criado para o evento. “Buscamos ter na feira tecnologias inéditas e criadas por empresas em sintonia com o crescimento desse setor. Percebemos a oportunidade diante do crescimento da produção, mas também da demanda por informações e tecnologias” disse Panty. Foram convidadas as maiores empresas de nutrição do segmento, com soluções nutricionais focadas na produção de precisão e alta densidade, além de empresas focadas na sanidade, com vacinas que previnem as principais enfermidades que afetam a produção, e teremos ainda empresas que estão investindo em pesquisa de vacinas adaptadas à realidade de campo brasileira – as vacinas autógenas, complementou a organizadora do evento.