Lançamentos Editoriais – Edição 103

EPAGRI – Boletim Didático nº 69

Multiplicação da alga Chlorella minutissima em propriedades rurais para produção orgânica de peixes.

A Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina acaba de lançar o Boletim Didático no 69: Multiplicação da alga Chlorella minutissima em propriedades rurais para produção orgânica de peixes. A publicação de 24 páginas apresenta um estudo, que segundo os autores, está em consonância com os objetivos e prioridades do Projeto de Piscicultura da Epagri, através de ações de pesquisa, produção e propagação da alga Chlorella minutissima para a alimentação orgânica dos peixes filtradores, e, principalmente para o desenvolvimento da piscicultura de água doce em pequenas propriedades rurais. O estudo não apresenta apenas as condições para aumentar a renda da pequena propriedade através do aproveitamento dos recursos disponíveis e da agregação de valor ao alevino, mas também aproveita a experiência da pesquisa catarinense e as tecnologias conhecidas e aplicadas em todo processo. Os autores do boletim: Álvaro Graef, Clóvis Agostinho Segalin e Evaldo Nazareno Pruner, esperam que o trabalho possa servir como orientador técnico-metodológico para estudos similares de outros sistemas. O Boletim Didático no 69 custa R$ 8,00 e pode ser solicitado à Epagri/GMC – Caixa Postal 502 – 88034-901 – Florianópolis-SC. Fone: (48) 3239-5500, fax: (48) 3239-5597 ou e-mail: [email protected]


EPAGRI – Boletim Técnico nº 135

EPAGRI - Boletim Técnico nº 135

Cultivo da vieira Nodipecten nodosus em Santa Catarina: influência da profundidade, densidade e freqüência de limpeza.

O Boletim Técnico no 135 da Epagri disponibiliza em linguagem acessível, importantes informações sobre o cultivo da vieira Nodipecten nodosus e se apresenta como uma ferramenta indispensável para o desenvolvimento do cultivo dessa espécie no litoral catarinense ao abordar, principalmente, a influência da profundidade, densidade de cultivo e da limpeza das valvas. Sua elaboração surgiu de uma demanda gerada por produtores e extensionistas, que demonstraram um grande interesse em ter acesso a um documento contendo os resultados dos experimentos realizados entre os anos de 2004 e 2005 em três municípios do Estado de Santa Catarina: Florianópolis, na localidade da Caieira da Barra do Sul; Bombinhas, na localidade de Canto Grande; e Penha, na Armação do Itapocoroy. Os trabalhos foram realizados dentro do Projeto “Desenvolvimento do Cultivo da Vieira Nodipecten nodosus em Santa Catarina” e seus resultados apresentados publicamente em dezembro de 2005 nas localidades onde foram realizados os experimentos. Esse estudo é um dos oito integrantes do projeto “Geração e Transferência de Tecnologia em Malacocultura”, co-financiado pela Finep, Fapesc e CNPq, e executado pela Epagri, UFSC e Univali. O Boletim Didático no 135 pode ser solicitado à Epagri/GMC – Caixa Postal 502 – 88034-901 – Florianópolis-SC. Fone: (48) 3239-5500, fax: (48) 3239-5597 ou e-mail: [email protected]


Impactos da Aqüicultura sobre o turismo no Espírito Santo

Impactos da Aqüicultura sobre o turismo no Espírito Santo

O autor Humberto Ker de Andrade é biólogo e já publicou vários trabalhos nas áreas de Ecologia e Aqüicultura, além de ter desenvolvido a metodologia do programa Sebrae de Aqüicultura em 2001. Nesse livro Humberto Ker atenta para as oportunidades que a combinação Aqüicultura e Turismo pode proporcionar como, por exemplo, o turismo técnico e científico; turismo de negócios e de lazer, etc.. O autor lembra também que os produtores devem estar atentos a possíveis parcerias que agreguem valor aos produtos. E, nesse contexto, Humberto Ker acredita que o Sebrae pode contribuir por meio de seus produtos e experiência para formar essas redes de parcerias. Nesse estudo, o autor relata também a evolução da Aqüicultura no Brasil e mais precisamente no Espírito Santo. Faz ainda uma breve exposição sobre as oportunidades de parcerias entre Aqüicultura e Artesanato, seja utilizado em forma de embalagens ou produção de peças de vestuário, como é o caso do aproveitamento da pele da tilápia na confecção de acessórios. O estudo destaca ainda, que o incentivo à Aqüicultura no Espírito Santo enseja possibilidade de criação de roteiros turísticos onde os cultivos estão instalados, criando produtos ligados à gastronomia. Os interessados podem solicitar o livro pelo fone: (27) 3041-5509 ou pelo e-mail: [email protected]