NOTÍCIAS & NEGÓCIOS __edição96

LEN LOVSHIN – O professor Leonard Lovshin, mestre de muitos brasileiros que estudaram na Auburn University-USA, e assinante da Panorama da AQÜICULTURA desde 1992, enviou uma carinhosa correspondência para a nossa redação informando que o Departamento de Pesca e Aqüicultura da universidade acaba de disponibilizar um portal dedicado a aqüicultura, o qual teve muito prazer em ajudar a desenvolver. Lovshin considera que o portal www.aleam.info poderá ser de grande valia para alunos e professores brasileiros, já que disponibiliza em PDF boletins técnicos, artigos, legislação e uma galeria de fotos com cerca de 1.500 imagens e vídeos. E avisa: o acesso é totalmente gratuito.

NOTRoubach

NOVO PRESIDENTE DO LACC-WAS – Rodrigo Roubach foi eleito, em votação finalizada em 28 de agosto, presidente do Capítulo Latino Americano da Sociedade Mundial de Aqüicultura – LACC-WAS. O novo presidente do LACC é formado em biologia com PhD desde 1998 pela Auburn University em Fisheries and Allied Aquacultures. Desde 1990 é membro da WAS, e vem, desde 2004, ocupando o cargo de tesoureiro do Capítulo Latino Americano. Rodrigo Roubach possui mais de 20 anos de ex-periência em aqüicultura como pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia/INPA e atualmente ocupa o cargo de Gerente de Projetos da Diretoria de Desenvolvimento da Aqüicultura/DIDAQ da SEAP. Como presidente-eleito Roubach pretende fortalecer as ações do LACC através de maior participação dos países Latino-americanos e Caribenhos envolvendo principalmente os estudantes nos encontros regionais, nacionais e internacionais na região, procurando assim um maior avanço e consolidação das ações para um LACC-WAS ativo e integrado as demandas supra-regionais. Mais informações sobre o nosso capítulo na página na internethttp://www.was.org/LAC-WAS/boletins/boletim04.htm

IV SEMAQUI – A quarta edição da Semana de Aqüicultura da UFSC – SEMAQUI, evento organizado pelos estudantes do curso de Engenharia de Aqüicultura, será realizada entre os próximos dias 6 a 10 de novembro. A SEMAQUI já se caracterizou por criar oportunidades de discussão de temas relevantes ao setor, além de proporcionar o intercâmbio de inovações científicas e tecnológicas entre alunos, professores e profissionais. Além dos mini-cursos, palestras, workshop e mesas redondas o evento traz também exposição dos trabalhos realizados pelos alunos do curso juntamente com seus orientadores, além de divulgação das linhas de pesquisa e dos trabalhos desenvolvidos nos Laboratórios do Departamento de Aqüicultura. A SEMAQUI está divulgada no site www.semaqui.ufsc.br. Segundo Camilla Gomes Nunes, da comissão organizadora, espera-se que mais uma vez o evento contribua para o enriquecimento da formação dos acadêmicos em sua futura profissão, fazendo de sua caminhada pela universidade um momento de crescimento intelectual e aprendizado concreto.

XII SEP – A XII Semana do Engenheiro de Pesca da UFRPE, acontecerá de 11 a 14 de dezembro de 2006 nas dependências da Universidade Federal Rural de Pernambuco. As SEPs são organizadas pelo Programa de Educação Tutorial (PET) do Curso de Engenharia de Pesca da UFRPE e, segundo a tutora do grupo, Profa Maria do Carmo Figueredo Soares, que coordena o encontro pelo quinto ano consecutivo, apesar de ser um evento local, as SEPs vêm atraindo, ano a ano, cada vez mais estudantes e profissionais de outros estados, ampliando a troca de informações profissionais e institucionais. Os contatos com a Coordenadoria da XII SEP podem ser feitos pelo fone: (81) 3320-6527 ou e-mail: [email protected]

SALVE A AQÜICULTURA – O documento “O estado da aqüicultura mundial em 2006”, foi divulgado em 4 de setembro último em Nova Délhi – Índia, para delegados de 50 países que participam do encontro bianual da subcomissão de Aqüicultura da FAO. O estudo afirma que quase 50% dos peixes consumidos em todo o mundo são oriundos do cultivo. A quantidade de peixes pescados no mar ou em água doce tem se mantido estável desde os anos 80 – em torno de 90 e 93 milhões de toneladas e, de acordo com a FAO, são poucas as chances desse número aumentar nos próximos anos. Segundo o relatório, a aqüicultura é a única alternativa para suprir o consumo de peixes no futuro. Em 1980, a aqüicultura foi responsável por apenas 9% dos pescados consumidos em todo o mundo e hoje já é responsável por 43%. Isso totaliza 45,5 milhões de toneladas/ano, o equivalente a R$ 134 bilhões. Em quase todas as partes do mundo a atividade tem crescido 8% ao ano, desde os anos 1980. Entretanto, segundo a FAO, entre os gargalos que o setor pode enfrentar nos próximos anos estão a falta de capital para aqüicultura nos países em desenvolvimento e a escassez de terras e água para os cultivos. Desenvolver a aqüicultura já é estratégico para a humanidade, já que em 2030 serão necessários mais 40 milhões de toneladas de pescados para que sejam mantidos, apenas, os níveis atuais de consumo.

NOVIDADES NA FENACAM 2007 – A Feira Nacional do Camarão entra na sua quarta edição e já começou a comercializar os estandes para a edição do próximo ano. O evento será realizado no período de 12 a 15 de junho de 2007, novamente no Centro de Convenções de Natal (RN). Além da feira e seminários sobre a carcinicultura, o evento do próximo ano trará como novidade a “Aqua&Pesca Internacional”, um setor que reunirá empresários da aqüicultura e da pesca mundial. Ao atrair novos participantes e investidores, os organizadores pretendem ampliar o leque de negócios das empresas que já expõem no evento. Para saber quais são os estandes disponíveis entre no site: www.fenacam.com.br e clique no ícone “Mapa de Expositores 2007”. Basta escolher o estande e entrar em contato para confirmar a disponibilidade pelo e-mail [email protected] ou fone (84) 3202-0054.

DIA DE CAMPO – Piscicultores da Região e Sul de Minas se reuniram no dia 7 de julho em Descalvado, interior de São Paulo, para participarem do I Dia de Campo para Piscicultores. O encontro entre especialistas do setor e produtores foi promovido pela Vansil Laboratório Veterinário, (www.vansil.com.br), para discutir os diversos temas relacionados com a atividade, com destaque para a palestra “Produtos utilizados na prevenção e no tratamento dos peixes” – apresentado pela técnica responsável pelo setor de Alimentação Animal da Vansil, Kelly Crivellari. Os aspectos relacionados ao manejo, estresse e medidas preventivas aplicadas a piscicultura foram apresentados pelo biólogo e consultor técnico, Rodrigo Figueiredo do Rego e, a importância da boa alimentação e o papel da indústria de ração na aqüicultura, foi tema apresentado pelo zootecnista e supervisor técnico-comercial da Socil, Marcos Garcia de Oliveira. Em comum, os profissionais presentes orientaram os produtores para que somente utilizem produtos mediante diagnósticos desenvolvidos por técnicos especializados e prescritos por médicos veterinários. Os presentes foram informados também da importância da avaliação prévia dos projetos de piscicultura a serem implantados, bem como da definição do sistema produtivo a ser adotado no cultivo, se extensivo, semi-intensivo ou intensivo. Sempre direcionados para que procurem o apoio de um profissional da área para que minimizem seus riscos, os piscicultores iniciantes escutaram também conselhos importantes como a necessidade de se saber a procedência genética dos peixes, a importância do uso de dietas balanceadas, além de terem aprendido, obtiveram noções sobre a prevenção de doenças, higiene, desinfecção de tanques e estratégias de comercialização da produção.

NOTJoseLuisFerraz

EXTRUSORAS – A inauguração da nova fábrica de rações da BRFish/Nutron, em São Gonçalo do Amarante – CE foi também motivo de muitas comemorações em Ribeirão Preto – SP, onde está localizada a sede da Ferraz Máquinas e Engenharia Ltda., fornecedora de toda a linha de fabricação de rações da nova fábrica. A Ferraz cada vez mais se faz presente junto ao setor aqüícola brasileiro, tendo sido também a fornecedora dos equipamentos da fábrica da Poli-Nutri, recentemente inaugurada em Eusébio, na região metropolitana de Fortaleza. Em julho deste ano a Ferraz também forneceu a segunda linha de peletização da empresa Maresias Pescados (Unir Distribuidora) localizada em Teresina – PI, que já possuía uma linha completa de produção de rações para camarões, também fabricada pela Ferraz. Segundo José Luiz Ferraz, diretor da empresa, os equipamentos da Ferraz Máquinas e Equipamentos já respondem pela fabricação de mais de 50% das rações para animais de estimação fabricadas no Brasil.

CARNÍVOROS – A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ, de Piracicaba-SP está estudando aspectos relacionados à nutrição e manejo dos peixes dourado e pintado, consideradas espécies nativas carnívoras de grande porte e de alto valor econômico brasileiro. Financiados pela FAPESP, CNPq e FINEP, os projetos de pesquisa orientados pelo professor do Departamento de Zootecnia, José Eurico Possebon Cyrino, são diretamente ligados ao programa de pós-graduação em Ciência Animal e Pastagens e têm por objetivo determinar as exigências nutricionais dessas duas espécies em relação à proteína e à energia. A pesquisa trabalha a nutrição ligada à fisiologia dos peixes. O estudo evitará a utilização da proteína como fonte energética pelos peixes. Segundo Cyrino, o conhecimento da relação energia-proteína é fundamental para a produção comercial do dourado e do pintado, uma vez que estão diretamente ligadas ao metabolismo dos peixes. O excesso de energia pode produzir peixes gordurosos, da mesma forma que uma perfeita relação energia-proteína resultará num pescado de qualidade, com boa quantidade de filé e pouca gordura. O projeto prevê a compra, com recursos da FINEP, de uma máquina extrusora para produzir ração para os peixes, cuja formulação será focada na adequação das quantidades de aminoácidos da dieta ao perfil de aminoácidos da carcaça dos peixes. A próxima etapa da pesquisa será direcionada na adequação do enriquecimento vitamínico e mineral das dietas.

IMNV NA INDONÉSIA – O IMNV (Vírus da Mionecrose Infecciosa), que primeiramente foi detectado nas fazendas do Brasil e que causou imensos prejuízos à carcinicultura brasileira, foi agora confirmado em Litopenaeus vannamei na Indonésia. Inicialmente foi suspeitada a sua presença em maio de 2006, em cultivos localizados no Distrito de Situbondo, no leste da Província de Java. A infecção foi observada em juvenis de 60 a 80 dias de cultivo, onde foram detectados os sinais clínicos clássicos, como coloração avermelhada no segmento abdominal, mionecrose (morte do tecido muscular) com o esbranquecimento do músculo afetado. A confirmação foi feita por Donald Lightner, do Laboratório de Patologia em Aqüicultura da Universidade do Arizona (EUA).

PATOLOGISTAS – O IX ENBRAPOA – Encontro Brasileiro de Patologistas de Organis-mos Aquáticos, que acontecerá de 23 a 27 de outubro, no Hotel Ritz Lagoa das Antas, em Maceió, Alagoas terá como tema central “Biodiversidade Aquática Sadia: Exigência do século XXI”. O ENBRAPOA é o evento da Associação de Patologistas de Organismos Aquáticos – ABRAPOA que congrega os profissionais que atuam na área de saúde animal, um tema da maior importância no estágio atual de desenvolvimento da aqüicultura brasileira. Mais informações podem ser obtidas no endereço www.abrapoa.org.br

REFERÊNCIA NACIONAL – As instalações do antigo Departamento de Aqüicultura do Centro de Ciências Agrárias da UFSC será sede do Centro de Diagnóstico e Estudos de Patologias de Organismos Aquáticos, elevando a universidade ao status de referência nacional na pesquisa de doenças que atingem animais aquáticos cultivados. O ministro da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República (SEAP) Altemir Gregolin, assinou no dia 29 de agosto o ato de transferência de recursos à UFSC no valor de R$ 543 mil para o projeto para a implementação do Laboratório de Biologia Molecular, primeira etapa do Centro de Diagnóstico. Os recursos serão usados na reforma do prédio que vai sediar os laboratórios e na aquisição de equipamentos e materiais. O projeto deverá receber recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC), Ministério da Agricultura e Governo Estadual, num total de cerca de R$ 3 milhões em investimentos. A estrutura vai dar suporte ao trabalho de outras áreas de pesquisa, atendendo a mais de 50 pesquisadores da UFSC, da Epagri e de instituições de outros estados.

MAIS ÔMEGA 3 – Não é de hoje que se conhece os benefícios do consumo de Ômega 3, encontrado em peixes como salmão, atum e sardinha. Indicado no tratamento de doenças cardiovasculares, do diabetes, do mal de Alzheimer e também da depressão, o Ômega 3 agora está sendo estudado também quanto a redução da violência. Um estudo realizado pelo psicólogo Bernard Gesch, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, dividiu em dois grupos os detentos de uma das mais violentas prisões do país. Durante nove meses, um dos grupos recebeu suplementos de Ômega 3, e o outro não. Segundo o psicólogo, a pesquisa apontou uma redução da violência em 35% entre os presidiários do grupo que consumiu o Ômega e que pela primeira vez na história daquele presídio, não foi registrado nenhum incidente violento durante um mês. Para Gesch o Ômega 3 não é uma pílula mágica, mas estimula o crescimento de neurônios na região do cérebro que controla o comportamento impulsivo.

ALGAS – O III Festival das Algas, realizado nos dias 27 a 29 de julho na Praia de Flexeiras, a 123 km de Fortaleza, ajudou a promover o trabalho desenvolvido pela Associação dos Produtores de Algas de Flexeiras e Guajirú – APAFG. Os algueiros puderam mostrar como realizam o cultivo marinho, a coleta e a secagem, além de venderem toda a variedade de produtos feitos a partir das algas. O festival foi montado próximo ao Centro de Processamento de Algas, onde os produtores realizam a secagem do material coletado. As algas são utilizadas na indústria farmacêutica, promovendo o desenvolvimento local. A localidade está incluída no Projeto Algas da FAO. Atualmente são 12 famílias beneficiadas com o cultivo em pequena escala. Além do Ceará, participam do projeto a Paraíba e o Rio Grande do Norte.

SKYPE – Agora ficou mais fácil falar com a Revista Panorama da AQUICULTURA. A nossa redação está acessível também pelo SKYPE. Fale conosco. Nosso contato é panoramadaaquicultura.