Notícias & Negócios – edição 51

MAZZAFERRO – A empresa produtora de redes Mazzaferro está festejando a conquista do certificado ISO 9002 para toda a divisão pesca. O título de garantia de qualidade faz jus ao trabalho da empresa, que já construiu sua imagem de credibilidade não só no Brasil como no exterior. Há cerca de 10 anos no mercado chileno, a empresa conquistou a confiança dos aqüicultores desse país onde é responsável por grande parte das redes utilizadas na fabricação dos tanques-rede da salmonicultura chilena.

FIPERJ – A Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro – FIPERJ não ocupa mais o endereço da Praça XV de Novembro, no Centro da cidade do Rio de Janeiro, onde estava instalada desde a sua fundação em 1987. Sua sede, agora, fica no Jardim Botânico de Niterói, situado na Alameda São Boaventura 770, bairro Fonseca, Niterói – RJ, Cep: 24120-191. Nesta fase de mudanças, o zootecnista Claudio Bruzzi Passos e Andrade, diretor técnico, responde interinamente pela presidência da instituição, que está atendendo, provisoriamente, pelos telefones (021) 625-6742 e 625-4535 ramais 245 e 246.

CONBEP – Na edição passada erramos ao informar o endereço eletrônico da Associação dos Engenheiros de Pesca de Pernambuco e a Federação das Associações dos Engenheiros de Pesca do Brasil, que organizam para outubro, mais precisamente nos dias 17 a 21 o XI CONBEP – Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca. O evento acontecerá no Centro de Convenções de Pernambuco e os interessados em obter mais informações poderão acessar o email: [email protected] ou http://www/conbep.com.br

TANQUE-REDE – A Aqualu, empresa que desenvolve atividades e produtos no ramo de tanques-rede, estará realizando junto a ESALQ/USP cursos de produção intensiva de peixes em tanques-rede com o objetivo de difundir sua tecnologia e elucidar piscicultores e técnicos sobre os problemas práticos encontrados em uma piscigranja. O programa dos cursos abordará o dimensionamento de uma piscicultura, inovações tecnológicas dos materiais utilizados nos tanques-rede, nutrição dos peixes e, monitoramento e manejo da qualidade da água em reservatórios e represas. O curso será realizado em Piracicaba – SP de 29 a 31 de março e mais informações poderão ser obtidas pelo fone/fax: (018) 341-2494 ou pelo email: [email protected]

AQUABEL – Ao comemorar a marca de 1 milhão de alevinos produzidos a cada mês, a Estação de Piscicultura Belmonte, tradicional empresa paranaense pioneira na incubação artificial de tilápias tailandesas (nilótica pura) no país, comunica a mudança de sua razão social para Estação de Piscicultura Aquabel. O engenheiro de pesca Ricardo Newkirchner, proprietário da empresa, que trabalha também na reestruturação do seu quadro de representantes, está convocando novos interessados para distribuição de seus alevinos em todo o país. Ricardo pode ser contactado pelo tel/fax (043) 972-3546 ou (043) 256-2307.

LANÇAMENTO – A Ki-Tela Indústria e Comércio de Telas e Alambrados está lançando no mercado os seus tanques-rede, que são vendidos como kits completos e manual de montagem. Os tanques, tem estrutura e comedouros em tubos e chapas galvanizadas a fogo, e as telas feitas em malhas 1’’ e ¾’’ são revestidas em PVC. Os novos produtos possuem ainda suporte para cadeado e chapa para identificação do tanque. A Ki-Tela executa também tanques-rede sob medida efetuando as montagens no local e, caso o cliente tenha interesse, a empresa também fornece as telas separadamente. Os contatos com a Ki-Tela podem ser feitos pelo fonefax: (019) 870-5882 ou e-mail: [email protected]

TILÁPIA – Paulo Afonso, município baiano famoso pelas grandes obras da CHESF – Companhia Hidrelétrica de São Francisco, capazes de gerar energia para todo o nordeste, e por suas belezas naturais, toma o rumo da aqüicultura, convencido da capacidade que a atividade possui para gerar empregos e renda. Com o objetivo de estimular a criação e o consumo de tilápias, Paulo Afonso estará sediando de 20 a 24 de abril, o I Festival da Tilápia. Por sua privilegiada localização geográfica e pelos investimentos já feitos em projetos de criação de peixes, o Município acredita que se tornará o maior produtor de tilápias da América Latina. Durante o evento, haverá uma vasta programação que inclui shows, escolha da Garota Tilápia, Fish Tours, cursos e palestras e concursos culinários. Paulo Afonso pretende atrair para o Festival um grande número de participantes já que faz divisa com três estados: Pernambuco, cuja capital está a 460 km; Alagoas, com Maceió a 380 km e, Sergipe tendo Aracaju a 270 km. Mais informações com a Prefeitura Municipal, através do assessor Antônio de Pádua, fone: (075) 281-3011, fax: (075) 281- 5352.

MARANHÃO – A aqüicultura do Maranhão dá seus primeiros contando com o decisivo apoio da Universidade Federal do Maranhão, atuando junto ao governo e empresários. Já existem cultivos do sururú (Mytella falcata M. guyanensis) em estacas e da ostra do mangue Crassostrea rhizophorae em lanternas na Baia do Arraial e estão sendo iniciados os cultivos experimentais de camarões nativos Penaeus schmitti P. subtilis em gaiolas nos estuários de Periaçú, em Alcântara. Os trabalhos com comunidades de pescadores está em fase de organização e o que se pretende é a formação de associações de pescadores que tornem a produção sustentável. O cultivo de peixes de água doce no estado já conta com 60 produtores cadastrados e estima-se que existam quase 2.000 ha de área cultivada. Segundo Alfredo Oliveira, professor da UFMA, a universidade está considerando a possibilidade de oferecer assessoria às empresas de maricultura, como forma de orientar o bom desenvolvimento dos cultivos. Seu e-mail é: [email protected]

SERVIÇOS – O Instituto de Pesca de São Paulo através do “Núcleo de Comercialização de Produtos e Serviços” presta visitas técnicas a propriedades rurais para avaliação da viabilidade da implantação de projetos de aqüicultura; elabora projetos técnicos e de manejo alimentar, hídrico e sanitário; auxilia nas providências junto aos órgãos ambientais para regularização de empreendimentos aqüícolas; efetua análises de água e, diagnostica doenças em peixes. O Instituto de Pesca também promove palestras, cursos e dias de campo sobre aqüicultura. Os serviços de atendimento ao público devem ser agendados através do fone (011) 864-6300 r. 2017 e 2053.

TOUCA – A polêmica sobre a importação de pós-larvas de Macrobrachium rosenbergii já estava esclarecida desde 29 de outubro de 1998, com a assinatura da portaria 145/98 e quase ninguém sabia. O artigo sétimo diz o seguinte: fica proibida a reintrodução de formas jovens de espécies animais destinadas a engorda e posterior abate, bem como de macrófitas aquáticas de água doce em qualquer estágio de desenvolvimento. Parágrafo único: excetuam-se dessa proibição as formas jovens de salmonídeos e, pelo prazo de um ano a partir da publicação da presente portaria, as formas jovens de crustáceos e moluscos. Enquanto se discutia, o tempo passava. Agora outro outubro se aproxima…

IMPORTANTE – Os assinantes da revista Panorama da AQÜICULTURA agora poderão controlar, a cada edição, quantos exemplares ainda dispõe a sua assinatura. Para isso, basta apenas conferir o número de créditos descrito entre parênteses, na etiqueta que endereça a sua revista. O novo programa de banco de dados utilizado pela Panorama visa facilitar as informações sobre a sua assinatura, fazendo com que você saiba com mais antecedência quando deverá renová-la. E mais, para sua comodidade, além do cartão de créditoVISA, agora estamos trabalhando também com o MasterCard.